Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Ministros do STF dizem que motim de PMs é ‘inaceitável’

Ministros do STF dizem que motim de PMs é 'inaceitável'
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

“É constitucionalmente vedado que corporações armadas façam greve”, diz Lewandowski.

Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), criticaram, nesta quinta-feira (20), o movimento de policias militares no Ceará.

Moraes classificou o motim de “ilegal” e inadmissível”:

“O que vem acontecendo no Ceará é inadmissível. Crime de dano ao patrimônio público, destruindo viaturas, tiros.”

Segundo o portal G1, Lewandowski disse que a situação atual é “um perigo para as instituições”:

“Como ministro do Supremo Tribunal Federal, acho que é extremamente preocupante uma greve de policiais militares ou qualquer corporação armada. É constitucionalmente vedado que corporações armadas façam greve.”

O presidente da República, Jair Bolsonaro, decretou, nesta quinta-feira (20), o envio de tropas das Forças Armadas ao Ceará para reforçar a segurança no estado.

O decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) foi publicado em edição extra do “Diário Oficial da União”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários