Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Ministros do STF em alerta com protestos do dia 15

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Ministros do STF em alerta com protestos do dia 15
Imagem: Reprodução/Agência Brasil
COMPARTILHE

“A harmonia e o respeito mútuo entre os Poderes são pilares do Estado de Direito”, alerta Mendes.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, confirmou, nesta quarta-feira (26), que enviou mensagens de “cunho pessoal” pelo WhatsApp sobre os atos convocados para o dia 15 de março.

“Qualquer ilação fora desse contexto são tentativas rasteiras de tumultuar a República”, acrescentou Bolsonaro.

O decano do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Celso de Mello, cogitou que o comportamento de Bolsonaro pode ser enquadrado como crime de responsabilidade.

Em nota, segundo o site Conjur, Celso de Mello declarou:

“Essa gravíssima conclamação, se realmente confirmada, revela a face sombria de um presidente da República que desconhece o valor da ordem constitucional, que ignora o sentido fundamental da separação de poderes, que demonstra uma visão indigna de quem não está à altura do altíssimo cargo que exerce e cujo ato, de inequívoca hostilidade aos demais Poderes da República, traduz gesto de ominoso desapreço e de inaceitável degradação do princípio democrático!”

E acrescentou:

“O presidente da República, qualquer que ele seja, embora possa muito, não pode tudo, pois lhe é vedado, sob pena de incidir em crime de responsabilidade, transgredir a supremacia político-jurídica da Constituição e das leis da República!”

Já o ministro Gilmar Mendes, também do Supremo, comentou sobre o episódio, mas não citou o nome de Bolsonaro.

Em mensagem no Twitter, Mendes disse que “nossas instituições devem ser honradas por aqueles aos quais incumbe guardá-las”.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.