Português   English   Español

Ministros do STF evitam falar sobre fim do auxílio-moradia

Ministros do STF evitam falar sobre fim do auxílio-moradia

Um dia depois da manobra do Senado para aprovar o aumento dos salários do Judiciário, os ministros do Supremo evitaram falar sobre o fim do auxílio-moradia.

O acerto firmado entre o presidente da corte, ministro Dias Toffoli, e os Poderes Executivo e Legislativo prevê a votação das ações que discutem no Supremo o auxílio-moradia a partir da aprovação do reajuste.

O relator das ações é o ministro Luiz Fux.

Desde setembro de 2014, todos os juízes federais do país passaram a receber o auxílio-moradia de R$ 4.377 por determinação de uma liminar de Fux que até hoje não foi analisada pelo plenário do Supremo.

O benefício acabou sendo estendido a toda a magistratura (juízes estaduais, procuradores, promotores, membros de tribunais de contas).

Somente o ministro Marco Aurélio afirmou na tarde desta quinta (8), ao chegar para a sessão plenária do tribunal, que o assunto “já deveria ter sido enfrentado”.

 

Adaptado da fonte Folha

Deixe seu comentário

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter