Português   English   Español

Moby diz que CIA pediu para acusar Trump de ser “agente russo”

O cantor Moby afirmou que seus amigos na CIA pediram para ele espalhar rumores que o presidente Trump tinha vínculos com a Rússia.

Moby, cujo nome de nascimento é Richard Melville Hall, disse em entrevista na semana passada à estação de rádio do Kentucky, que seus amigos na Agência Central de Inteligência pediram sua ajuda para prejudicar o presidente dos Estados Unidos.

O assunto surgiu depois que o anfitrião, Kyle Meredith, perguntou ao cantor sobre o seu polêmico post no Facebook em 2017:

after spending the weekend talking to friends who work in dc i can safely(well, 'accurately'…) post the following…

Posted by Moby on Monday, February 13, 2017

O cantor eletrônico afirmou no post que depois de ter passado algum tempo com amigos que trabalhavam na capital Washington D.C., ele poderia “publicar com precisão” que o dossiê falso financiado pelos Democratas era “100% real”. Ele também acrescentou que Trump estava sendo chantageado pelo governo russo.

Moby disse que escreveu o post porque seus “amigos”, que segundo ele, são “agentes ativos da CIA” pediram-lhe para “divulgar as informações”.

O cantor continuou se explicando:

Eles disseram que Trump era o Candidato da Manchúria e que Putin tinha um agente russo como o Presidente dos Estados Unidos. Então eles passaram algumas informações para mim e disseram: ‘Olhe, você tem mais engajamento nas mídias sociais do que qualquer um de nós, você poderia publicar algumas dessas coisas?’

Moby concluiu dizendo que não sabia se “havia conluio”, mas disse que “onde há fumaça, há fogo”.

 

Com informações de: [FoxNews]

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter