Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Monge do Tibete morre após espancamento em prisão chinesa

Monge do Tibete morre após espancamento em prisão chinesa
COMPARTILHE

Apesar da invasão chinesa, os tibetanos nunca pararam de pregar que o Tibete é uma nação.

Um monge chamado Tenzin Nyima, de 19 anos, morreu na semana passada no Tibete devido a ferimentos infligidos pela polícia na prisão. 

A afirmação foi feita pela Human Rights Watch, ONG especializada em noticiar infrações aos Direitos Humanos pelo mundo. 

No dia 7 de novembro de 2019, Nyima foi preso com quatro jovens monges tibetanos da vila de Dza Wonpo.  

O grupo estava realizando uma manifestação pacífica em frente à delegacia de polícia local, jogando panfletos para o alto, com pedidos pela independência do Tibete. 

A China invadiu o Tibete em 1950 e mantém até hoje o controle estrito da região. 

Em outubro de 2020, a família do monge foi avisada pela polícia que o rapaz estava em mau estado de saúde, chegando ao coma.  

De acordo com a ONG Free Tibet, médicos de um hospital em Chengdu declararam que suas lesões estavam além de qualquer tratamento disponível no local.  

Então, a família do rapaz o levou para um hospital em Dartsedo no dia 1º de dezembro do ano passado, mas logo foi informada que seu estado era terminal.  

O jovem monge tibetano foi levado para casa e morreu no último dia 19. 

O regime comunista da China está enfrentando diversas acusações de infrações a direitos humanos. 

Sophie Richardson, diretora de assuntos relacionados à China da HRW, ao comentar a morte de Nyima, afirmou que “as autoridades chinesas mais uma vez transformaram a detenção arbitrária em uma sentença de morte”. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
2 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Samuel
Samuel
30 dias atrás

O mundo precisa se levantar contra a China, e rápido. Chega desses descalabros.

Conan
Conan
30 dias atrás

Felizmente a China comunista é um pais livre e democrático que luta pela liberdade de expressão de seus cidadãos. Tanto é que esta louquinha para invadir Taiwan para libertar seu povo da tirania de seus governantes e lhes darem a chance de poderem se manifestar livremente pela primeira vez em suas vida assim como fez com o nobre povo tibetano em 1950.