- PUBLICIDADE -

Moraes envia notícia-crime contra Bolsonaro à PGR

Moraes usa Moro pra justificar interferência em indicação de Bolsonaro
Imagem: Reprodução/Twitter

- PUBLICIDADE -

O procedimento adotado por Moraes é praxe nesse tipo de ação. Bolsonaro e seus filhos ainda não são formalmente investigados. 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou, nesta quinta-feira (23), que a Procuradoria-Geral da República (PGR) se manifeste sobre uma notícia-crime apresentada contra o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Dois de seus filhos, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ), também são alvo da denúncia, destaca o portal G1.

O caso envolve as investigações da rede social Facebook que resultaram na remoção de contas ligadas ao Partido Social Liberal (PSL) e a assessores de gabinetes da família Bolsonaro nas redes sociais.

A representação foi feita ao Supremo pela deputada Maria Pérpetua (PCdoB-AC), como noticiou a RenovaMídia.

O procurador-geral Augusto Aras vai analisar se há elementos contra eles que justifiquem o pedido de abertura de uma apuração no STF sobre os fatos.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -