Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Moraes mantém suspensão da nomeação de Ramagem para chefia da PF

STF ordena buscas em 6 estados em inquérito sobre "ataques" à Corte
COMPARTILHE

A Advocacia-Geral da União (AGU) havia pedido reconsideração da suspensão. Moraes negou a requisição.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, manteve, nesta sexta-feira (8), a suspensão do decreto de nomeação e a posse do delegado Alexandre Ramagem como novo diretor-geral da Polícia Federal (PF). 

Em sua decisão, Moraes entendeu que a ação perdeu objeto, ou seja, não pode mais ser analisada. 

O fato ocorreu porque, após a liminar do ministro, a Presidência da República retirou a nomeação de Ramagem, que voltou a comandar a Agência Brasileira de Inteligência (Abin), e nomeou como novo diretor-geral da PF, Rolando de Souza

Dessa forma, o ato de nomeação de Ramagem não existe mais no ordenamento jurídico, destaca a agência EBC.

Ao suspender a nomeação, Moraes atendeu a um pedido feito pelo PDT por meio de um mandado de segurança.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários