Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Moraes obriga PF a manter delegados em inquérito das fake news

Moraes critica projeto que enfraquece punição de crimes
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

Os delegados da PF mantidos por Moraes trabalham no controverso inquérito das fake news. 

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, determinou, na última sexta-feira (24), que o comando da Polícia Federal (PF) mantenha no cargo delegados que trabalham em duas investigações que tramitam na Corte sob a sua relatoria. 

A determinação aconteceu no momento em que Sergio Moro anunciava seu pedido de demissão do Ministério da Justiça e Segurança Pública, informa a emissora CNN Brasil.

Em seu discurso de despedida, Moro acusou o presidente da República, Jair Bolsonaro, de querer interferir politicamente na PF e de buscar acesso a informações sigilosas sobre investigações em andamento.

Os delegados da PF mantidos por Moraes trabalham no controverso inquérito das fake news e na investigação dos atos recentes rotulados como antidemocráticos pelas autoridades.

Antes de deixar o governo, Moro revelou ter sugerido a Bolsonaro o nome do delegado Disney Rosseti para assumir o comando da PF. 

Rosseti é ligado ao ministro Alexandre de Moraes. Bolsonaro rejeitou a indicação de Moro, como noticiou a RENOVA.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE