Moraes prorroga inquérito sobre acusações de Moro contra Bolsonaro

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Advocacia-Geral da União (AGU) defendeu a conclusão do inquérito.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, prorrogou o inquérito que apura a suposta interferência do presidente da República, Jair Bolsonaro, na Polícia Federal (PF).  

O caso foi aberto com base em denúncias do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro

Moro, inclusive, é investigado no mesmo inquérito pelo crime de denunciação caluniosa. 

Na decisão, Moraes anunciou que o inquérito foi prorrogado por mais 60 dias.  

Nesta quinta-feira (26), em uma manifestação enviada ao ministro, que é relator do caso, a Advocacia-Geral da União (AGU) defendeu a conclusão do inquérito. 

A defesa de Bolsonaro também avisou o STF que o chefe do Executivo não vai depor, como noticiou a RenovaMídia

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.