Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Moraes suspende investigações da Receita sobre ministros do STF

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Moraes suspende investigações da Receita sobre ministros do STF

O ministro do STF justificou sua decisão ao apontar “graves indícios de ilegalidade no direcionamento das apurações”.

Alexandre de Moraes suspendeu, nesta quinta-feira (1º), investigações da Receita Federal sobre 133 contribuintes, entre os quais o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, e a advogada Roberta Rangel, mulher do presidente do STF, Dias Toffoli.

Além da suspensão, o ministro mandou afastar dois servidores do órgão que atuaram nessa investigação.

Quando a investigação foi aberta, em março, vazaram levantamentos da Receita sobre o patrimônio de Toffoli e sua mulher, assim como de Gilmar e Guiomar Mendes, registra O Antagonista.

Moraes afirmou que houve “indevida quebra de sigilo noticiada em procedimento administrativo disciplinar” contra os dois servidores da Receita e que o procedimento interno constatou “graves indícios da prática de infração funcional”, informa o site G1.

“Considerando que são claros os indícios de desvio de finalidade na apuração da Receita Federal, que, sem critérios objetivos de seleção, pretendeu, de forma oblíqua e ilegal investigar diversos agentes públicos, inclusive autoridades do Poder Judiciário, incluídos Ministros do Supremo Tribunal Federal, sem que houvesse, repita-se, qualquer indicio de irregularidade por parte desses contribuintes”, diz Alexandre de Moraes na decisão.

O ministro também pediu informações sobre o compartilhamento das apurações sobre os 133 contribuintes, entre eles autoridades.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email