Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Moro acusou Bolsonaro de interferência na PF com base nesse trecho

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Bolsonaro respeita a autonomia da PF, diz Moro

“É a putaria o tempo todo pra me atingir, mexendo com a minha família”, diz Bolsonaro na reunião de 22 de abril.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, retirou sigilo, nesta sexta-feira (22), da gravação de reunião ministerial do último dia 22 de abril.

O vídeo é parte do inquérito autorizado pelo decano do STF, a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), para apurar a acusação do ex-ministro, Sergio Moro, contra o presidente da República, Jair Bolsonaro, por suposta interferência na Polícia Federal (PF).

A transcrição completa do trecho em que Bolsonaro cita a “segurança” da família na reunião de 22 de abril não aponta nenhuma menção direta ao ministro Moro.

No trecho em questão, Bolsonaro declarou:

“O meu [segurança] particular funciona. Os ofi… que tem oficialmente, desinforma. E voltando ao … ao tema: prefiro não ter informação do que ser desinformado por sistema de informações que eu tenho. Então, pessoal, muitos vão poder sair do Brasil, mas não quero sair e ver a minha a irmã de Eldorado, outra de Cajati, o coitado do meu irmão capitão do Exército de … de … de … lá de Miracatu se foder, porra! Como é perseguido o tempo todo. Aí a bosta da Folha de S.Paulo, diz que meu irmão foi expulso dum açougue em Registro, que tava comprando carne sem máscara. Comprovou no papel, tava em São Paulo esse dia. O dono do … do restaurante do … do pa … de … do açougue falou que ele não tava lá. E fica por isso mesmo. Eu sei que é problema dele, né? Mas é a putaria o tempo todo pra me atingir, mexendo com a minha família.”

E acrescentou:

“Já tentei trocar gente da segurança nossa no Rio de Janeiro, oficialmente, e não consegui! E isso acabou. Eu não vou esperar foder a minha família toda, de sacanagem, ou amigos meu, porque eu não posso trocar alguém da segurança na ponta da linha que pertence a estrutura nossa. Vai trocar! Se não puder trocar, troca o chefe dele! Não pode trocar o chefe dele? Troca o ministro! E ponto final! Não estamos aqui pra brincadeira.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email