Sérgio Moro determina confisco de US$ 5 milhões de Eduardo Cunha

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Três imóveis do ex-deputado no Rio de Janeiro também foram sequestrados por ordem do juiz federal.

O juiz Sergio Moro determinou o sequestro de até US$ 5 milhões do patrimônio do ex-deputado Eduardo Cunha, além de três imóveis e a fração de uma quarta propriedade, todos no Rio de Janeiro.

A decisão foi tomada na segunda ação movida contra o ex-deputado pela força-tarefa do Ministério Público Federal em Curitiba, na qual ele é acusado, ao lado da ex-deputada Solange Almeida, de ter recebido propina de US$ 5 milhões do estaleiro Samsung, referente aos contratos dos navios-sondas Petrobras 10.000 e Vitoria 10.000.

Cunha já foi condenado a 14 anos e seis meses de prisão pelo juiz Sergio Moro Cunha e está preso desde outubro de 2016. A primeira condenação, por lavagem de dinheiro, evasão de divisas e corrupção, estava vinculada a propina equivalente a R$ 5 milhões obtida com a venda de um campo de exploração de petróleo em Benin, na África, para a Petrobras.

Para reduzir o tempo de prisão, Cunha faz curso de espanhol à distância na cadeia e trabalha na área de manutenção e na entrega de quentinhas no presídio. Nas horas vagas, ele lê os processos a que responde e passagens da Bíblia. Na semana passada, seus advogados voltaram a se queixar sobre o fato de ele ser transportado para audiências na parte de trás do camburão e pediram para que seja levado no banco da frente, ao lado dos policiais. Moro negou.

 

Com informações de: [OGlobo]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.