Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Moro divulgou delação de Palocci para ajudar Bolsonaro, diz Gilmar

Gilmar Mendes tentar validar mensagens hackeadas da Lava Jato
Imagem: Adriano Machado/Reuters
COMPARTILHE

Gilmar segue criticando Moro por divulgar a delação de Palocci pouco antes das eleições de 2018.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, voltou a criticar a forma como o ex-juiz Sergio Moro divulgou a delação do petista Antonio Palocci à operação “Lava Jato”.

Moro liberou o conteúdo da delação a poucos dias das eleições 2018.

De acordo com Gilmar, Moro agiu em benefício do então candidato Jair Bolsonaro, que terminou conquistando a Presidência da República.

Em entrevista à Rádio Gaúcha, na última sexta-feira (1º), Gilmar disse que a operação “Lava Jato” foi “a mãe ou o pai” do movimento pró-Bolsonaro:

“Ele [Moro] estava muito próximo desse movimento político, tanto é que na eleição, no segundo turno, ele faz aquele vazamento das confissões, das delações do Palocci. A quem interessava isso? Interessava ao adversário do PT.”

E acrescentou:

“Depois ele aceita esse convite, que foi muito criticado, para ser ministro do governo Bolsonaro, cujo adversário ele tinha prendido. É toda uma situação muito delicada, se discute muito a correição ética desse gesto.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários