Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Moro diz que apoiou Bolsonaro no caso Marielle

Tarciso Morais

Tarciso Morais

'Absoluto sensacionalismo', diz Moro sobre The Intercept
Imagem: Andre Coelho/Reuters
COMPARTILHE

“Preservar a PF de interferência política é uma questão institucional”, diz Moro.

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, voltou a rebater, neste sábado (25), comentários do presidente da República, Jair Bolsonaro, sobre a sua saída do governo.

Em mensagem no Twitter, Bolsonaro sugeriu que Moro foi ingrato, pois ele o apoiou no momento em que opositores o atacaram após vazamento de mensagens da operação “Lava Jato”.

O chefe do Executivo escreveu:

“A VazaJato começou em junho de 2019. Foram vazamentos sistemáticos de conversas de Sérgio (sic) Moro com membros do MPF [Ministério Público Federal]. Buscavam anular processos e acabar com a reputação do ex-juiz. Em julho, PT e PDT pediram prisão dele. Em setembro, cobravam o SFT. Bolsonaro no desfile do dia 7 fez isso.”

Em resposta na mesma rede social, Moro compartilhou uma matéria do portal R7 sobre a denúncia caluniosa do porteiro do condomínio de Bolsonaro no caso Marielle Franco, e afirmou:

“Sobre reclamação na rede social do Sr. Presidente quanto à suposta ingratidão: também apoiei o PR quando ele foi injustamente atacado. Mas preservar a PF de interferência política é uma questão institucional, de Estado de Direito, e não de relacionamento pessoal.”

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.