- PUBLICIDADE -

Moro diz que Intercept tenta ‘invalidar condenações da Lava Jato’

Moro diz que Intercept tenta 'invalidar condenações da Lava Jato'
- PUBLICIDADE -

Ministro da Justiça deu a declaração durante audiência na CCJ da Câmara dos Deputados.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou que invasão de celulares de autoridades para obter mensagens faz parte de uma “tentativa criminosa de invalidar condenações” da Operação Lava Jato.

Em participação da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, nesta terça-feira (2), Moro declarou:

“A meu ver, o que existe é uma tentativa criminosa de invalidar condenações, e o que é pior: a minha principal suspeita é de que [o objetivo] seja evitar o prosseguimento das investigações. Criminosos que receiam que as investigações possam chegar até eles e estão querendo se servir desses expedientes [as invasões e as mensagens] para impedir que as investigações prossigam.”

Nas últimas semanas, o site Intercept publicou uma série de reportagens que revela supostas mensagens trocadas entre Moro e integrantes da força-tarefa da Lava Jato.

O ministro e os integrantes do Ministério Público não reconhecem o conteúdo das mensagens. A Polícia Federal abriu investigação sobre o ataque cibernético sofrido pelas autoridades brasileiras.

Durante sua exposição inicial aos deputados, Moro afirmou, mais de uma vez, que agiu “com correção e com base na lei”. O ex-juiz disse também que tomou suas decisões “sem qualquer espécie de desvio”.

“Minha opinião é que alguém com muitos recursos está por trás dessas invasões e o objetivo principal seria invalidar condenações da Lava Jato”, frisou Moro, segundo o site G1.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -