Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Moro diz que juízes e procuradores são perseguidos na Venezuela

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Moro diz que juízes e procuradores são perseguidos na Venezuela

“Na Venezuela, juízes e procuradores são perseguidos e não agem com autonomia”, diz Moro.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou, neste domingo (7), que juízes e procuradores na Venezuela são perseguidos e não agem com autonomia.

A declaração foi publicada pelo ministro em rede social ao comentar nova reportagem publicada pela Folha de S. Paulo contendo supostas mensagens privadas divulgadas pelo site Intercept.

A matéria indica que o objetivo da Lava JAto era dar uma resposta política ao endurecimento do regime imposto pelo ditador Nicolás Maduro ao país vizinho, mesmo que a ação não tivesse efeitos jurídicos.

“Novos crimes cometidos pela Operação Lava Jato segundo a Folha de São Paulo e seu novo parceiro, supostas discussões para tornar públicos crimes de suborno da Odebrecht na Venezuela, país no qual juízes e procuradores são perseguidos e não podem agir com autonomia. É sério isso?”, disse Moro através do Twitter.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email