Moro diz que PSOL não quer combater milícias

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Moro segue reagindo após ser chamado de “capanga da milícia” por deputado do PSOL. 

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, voltou a criticar, nesta quinta-feira (13), a atuação do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) contra milícias.

A nova declaração de Moro acontece após ter sido alvo de ofensas proferidas pelo deputado Glauber Braga (PSOL-RJ) durante participação em comissão na Câmara dos Deputados.

Em mensagem no Twitter, Moro escreveu:

“Não gosto deste jogo político. Mas verdades precisam ser ditas. No projeto de lei anticrime, propusemos que milícias fossem qualificadas expressamente como organizações criminosas.”

E acrescentou:

“Propusemos várias outras medidas contra crime organizado. O PSOL, de Freixo/Glauber, foi contra todas elas.”

Em uma publicação anterior, Moro agradeceu o apoio oferecido pelo ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno:

“Sou do tempo em que chamavam-se as pessoas de senhor e senhora e os erros dos outros de equívocos. Usava-se muito por favor ou por gentileza nas frases. Alguns infelizmente, ainda bem que de deputados a absoluta minoria,perderam muito da urbanidade.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.