- PUBLICIDADE -

Moro diz que vídeo mostrará ‘tom autoritário’ de Bolsonaro

Jair Bolsonaro reafirma confiança no ministro Sergio Moro
- PUBLICIDADE -

“A divulgação integral do seu conteúdo caracterizará verdadeira lição cívica”, diz a defesa de Moro.

A defesa do ex-ministro Sérgio Moro requisitou, nesta quarta-feira (13), a divulgação integral do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril.

Ao comentarem sobre o vídeo, os advogados do ex-ministro disseram:

“A divulgação integral do seu conteúdo caracterizará verdadeira lição cívica, permitindo o escrutínio de seu teor não só neste Inquérito policial mas, igualmente, por toda a sociedade civil.”

A defesa alegou que não há, nas imagens da reunião, “qualquer assunto pertinente a Segredo de Estado”:

“Não se desconhece que, de fato, existem manifestações potencialmente ofensivas realizadas por alguns ministros presentes ao ato e que, se tornadas públicas, podem gerar constrangimento.”

E, segundo a revista Veja, complementa:

“De todo modo, esta circunstância não é suficiente para salvaguardar o sigilo de declarações que se constituem em ato próprio da Administração Pública, inclusive por não ter sido levado a efeito em ambiente privado.”

Os advogados do ex-juiz completaram: 

“A publicidade total da gravação trará à luz inquietantes declarações de tom autoritário inviáveis de permanecerem nas sombras, pois não condizem com os valores estampados de forma categórica no artigo 5. da Constituição Federal de 1988.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -