- PUBLICIDADE -

Moro é denunciado na Comissão de Ética da Presidência

ONGs denunciam portaria de Sergio Moro em reunião da ONU
Imagem: Jorge Willima/O Globo
- PUBLICIDADE -

O pedido de demissão de Moro do governo federal segue repercutindo no meio jurídico e político.

Uma denúncia contra o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, foi protocolada por um grupo de juristas na Comissão de Ética da Presidência da República.

Entre os motivos, está a suposta negociação pela indicação ao Supremo Tribunal Federal (STF). que teria ocorrido entre Moro e o presidente da República, Jair Bolsonaro.

O portal R7 divulgou um trecho da denúncia em reportagem publicada nesta segunda-feira (4):

“O primeiro dos atos antiéticos ora imputados ao denunciado (Moro) consiste na conduta, suscitada pelo presidente da República, de exigir sua indicação para a vaga de ministro do STF, em troca da continuidade do cargo de ministro de Estado da Justiça.

Os autores da denúncia também afirmam que Moro aceitou vantagem ou promessa de vantagem sobre o pagamento de uma pensão à família do ex-ministro caso o próprio morresse durante sua gestão à frente do Ministério da Justiça:

“O próprio Moro declarou na entrevista em que externou seu pedido de demissão, afirmou que a única condição que fez foi um pedido de pensão à sua família se algo ruim lhe acontecesse.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -