Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Moro lamenta decisão do STF sobre mensagens hackeadas

Sergio Moro fala sobre ameaças do PCC
COMPARTILHE

Moro disse que as mensagens foram “obtidas por violação criminosa de dispositivos de agentes da lei”.

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, lamentou, nesta terça-feira (9), a decisão da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) de validar o acesso do ex-presidente Lula da Silva (PT) às mensagens hackeadas de autoridades brasileiras.  

Em nota, Moro afirma que nenhuma das “supostas mensagens” retratariam fraude processual ou quebra da imparcialidade: 

“Lamenta-se que supostas mensagens obtidas por violação criminosa de dispositivos de agentes da lei possam ser acessadas por terceiros, contrariando a jurisprudência e as regras que vedam a utilização de provas ilícitas em processos.” 

As conversas, que envolvem ex-juiz da operação “Lava Jato” e o então chefe da força-tarefa Deltan Dallagnol, tratam de temas que vão desde “sugestão de fonte” contra o filho de Lula a pedidos de movimentação em processos envolvendo o petista. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
2 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Almanakut Brasil
Almanakut Brasil
14 dias atrás

ESSA É A CORTE COM CHEIRO DE ENXOFRE, QUE PEDE INVESTIGAÇÃO CONTRA VAZAMENTO DE DADOS DOS “INTOCÁVEIS” POR HACKERS, E ACEITA MATERIAL DOS MESMOS TIPOS DE BANDIDOS À SERVIÇO DOS CRIMINOSOS.

EM PAÍS SÉRIO, INTERVENÇÃO É ATITUDE CORRETA PARA PODER DESSA CATEGORIA.

Carmo
Carmo
14 dias atrás

Quem mandou cair no canto da sereia da oposição e se deixar levar por “ligações” pedindo seu desembarque do governo? Era para ter um apoio popular gigantesco. Mas agora, ninguém está nem aí pra você.