Moro manda Força Nacional proteger MEC dos protestos da esquerda

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Protestos foram convocados por movimentos estudantis em ao menos 150 cidades, segundo a União Nacional dos Estudantes (UNE).

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, mandou a Força Nacional cercar e proteger a sede do Ministério da Educação na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.

O pedido partiu do próprio MEC, comandado pelo ministro Abraham Weintraub, e foi publicado no Diário Oficial da União desta quinta-feira (30).

A principal pauta dos protestos, segundo os movimentos estudantis, é o fim do contingenciamento de verbas de universidades públicas.

Em Brasília, a manifestação foi marcada no Museu Nacional, às 10h. Segundo evento publicado na rede social Facebook, ao menos 2.700 pessoas comparecerão ao ato.

Nesta quarta-feira (29), em vídeo publicado no YouTube, o ministro Weintraub denunciou que há “coação” por parte de professores pela participação de estudantes nos atos.

“Estamos recebendo aqui no MEC cartas e mensagens de muitos pais de alunos citando explicitamente que alguns professores, funcionários públicos, estão coagindo os alunos e que serão punidos de alguma forma caso eles não participem das manifestações”, afirmou o ministro.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.