- PUBLICIDADE -

Moro nega interferência na PF no caso dos hackers da Lava Jato

Sérgio Moro

- PUBLICIDADE -

“Havia situação extremamente preocupante”, disse Moro em depoimento à PF.

O ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, negou, nesta quarta-feira (8), que tenha feito intervenção na Polícia Federal (PF) ao solicitar a abertura da investigação contra os hackers que invadiram os celulares de diversas autoridades do Brasil.

Em depoimento à PF, segundo o jornal Metrópoles, Moro declarou:

“Havia situação extremamente preocupante, em que criminosos estariam tentando obter informações de Estado confidenciais.”

E acrescentou:

“E isso está dentro da responsabilidade do ministro da Justiça de tomar as providências necessárias para cessar esses ataques.”

Moro prestou depoimento nesta tarde como testemunha no processo da operação “Spoofing”, que apura o roubo de dados e mensagens de celulares de procuradores da “Lava Jato”.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -