Português   English   Español

Moro pode incluir conversas entre FHC e Odebrecht em processo de Lula

O juiz federal Sergio Moro vai avaliar se incluirá e-mails trocados entre o tucano Fernando Henrique Cardoso e o empresário Marcelo Odebrecht em um processo contra o ex-presidente Lula.

Nessa quarta-feira (2), Moro pediu à Polícia Federal que encaminhe cópias das mensagens. Ele não tem prazo para aceitar ou negar o pedido.

Na ação penal, o petista é acusado de receber mais de R$ 12 milhões em propina da Odebrecht na forma de um terreno para o Instituto Lula e um apartamento em São Bernardo do Campo (SP).

De acordo com informações do UOL:

Na segunda-feira (30), a defesa de Lula pediu a Moro a inclusão no processo de uma série de e-mails encontrados pela Polícia Federal em um computador de Marcelo Odebrecht.

Os arquivos estavam em posse da PF e, em decisão recente, o juiz autorizou que as partes envolvidas no processo tivessem acesso ao material. Esses e-mails fazem parte dos mesmos arquivos físicos em que estavam as mensagens apresentadas em fevereiro deste ano pelo próprio Odebrecht e incluídas na ação do Instituto e em outra relacionada ao sítio de Atibaia (SP).

Para os advogados de Lula, “as mensagens eletrônicas supostamente presentes no dispositivo analisado” serviriam para “desconstruir” a versão do empresário de que determinados valores seriam propina.

Entre as conversas selecionadas pela defesa, estão supostas trocas de e-mails entre FHC e Marcelo Odebrecht em setembro de 2010 que, segundo os advogados, falam de valores que “teriam sido solicitados e doados nas mesmas circunstâncias daqueles valores atribuídos ao Instituto Lula — ou seja, contabilizados e com documentação hábil devidamente emitida, portanto, doações lícitas.”

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...