Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Moro sugeriu a Bolsonaro delegado ligado a Moraes para chefiar PF

Moro sugeriu a Bolsonaro delegado ligado a Moraes para chefiar PF
Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil
COMPARTILHE

Sugestão de Moro para a PF é ligada a Moraes. Ministro comanda inquéritos no STF sobre fake news e protestos.

Ao sair do governo, o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, revelou ter sugerido um nome ao presidente da República, Jair Bolsonaro, para assumir o comando da Polícia Federal (PF). 

O nome apontado por Moro para substituir Maurício Valeixo no comando da PF foi o delegado Disney Rosseti. A sugestão foi rejeitada imediatamente por Bolsonaro.

Rosseti, o atual número 2 da PF, é ligado ao ministro Alexandre de Moraes, que é responsável pelo controverso inquérito das fake news que corre no Supremo Tribunal Federal (STF).

Em reportagem na Crusoé, o jornalista Fábio Leite apresentou a relação de intimidade entre Rosseti e Moraes:

“A relação entre Moraes e Rosseti se estreitou no período em que o magistrado foi ministro da Justiça no governo Michel Temer, entre 2016 e 2017, e o delegado federal comandava a superintendência da PF em São Paulo. Na gestão de Rosseti, a Lava Jato paulista praticamente não avançou, apesar das inúmeras delações envolvendo suspeitas de corrupção no governo estadual.

Leite acrescentou:

“No ano passado, a pedido de Alexandre de Moraes, Rosetti indicou o delegado Alberto Ferreira Neto para comandar as investigações sobre as supostas ameaças a ministros do STF. Ferreira Neto foi o segurança do ex-governador paulista Geraldo Alckmin, do PSDB, na eleição presidencial de 2018.”

Na manhã desta quarta-feira, 29 de abril, dois dias após a publicação desta reportagem, o ministro do STF, Alexandre de Moraes, acatou um mandado de segurança do PDT e suspendeu a indicação do delegado Alexandre Ramagem para o cargo de diretor-geral, como noticiou a RENOVA.

Ramagem, que foi escolhido pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, já havia recebido o apoio até mesmo da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef).

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE