Português   English   Español

Quatro mortos durante saques de comida na Venezuela

A woman walks between the empty shelves of a supermarket in Caracas on January 11, 2018. Colombian President Juan Manuel Santos, on Thursday called his Venezuelan counterpart Nicolas Maduro to accept international aid to help Venezuelan people to stop "suffering hunger and lack of medicines". / AFP PHOTO / JUAN BARRETO

O ritmo de notícias sobre saques contra mercados na Venezuela cresceu bastante em 2018 enquanto a fome continua assolando o país regido pela ditadura comunista de Nicolás Maduro.

Dias atrás, RENOVA propagou um vídeo mostrando cidadãos recolhendo farinha do chão após caminhão ser saqueado. Um adolescente foi morto a tiros durante este incidente.

Na quarta-feira (10/01), veículos de informações locais disseram que os protestos pela falta de alimentos, remédios, água e outras carências continuavam em vários estados da Venezuela, assim como os saques.

Já nesta sexta-feira (12/10), as informações são sobre quatro pessoas mortas e ao menos 15 ficaram feridas durante saques de comida em várias regiões do Estado de Mérida.

O deputado opositor Carlos Paparoni confirmou à agência de notícias AFP:

Em Arapuey (norte de Mérida), são vários dias de conflito, hoje com saques a comércios, caminhões e confrontos com militares. Até agora, há quatro mortos, dez feridos e cerca de 100 presos.

Paparoni publicou um vídeo no Twitter em que se vê um grupo de homens que ao grito de “temos fome” atiram uma pedra em uma vaca dentro de uma fazenda e batem nela, possivelmente, para matá-la e roubar a carne.

Com informações de: (1)

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter