- PUBLICIDADE -

Mourão defende tributação das pensões de viúvas de militares

Mourão defende tributação das pensões de viúvas de militares

- PUBLICIDADE -

O presidente em exercício, Hamilton Mourão, defendeu nesta segunda-feira (21) a tributação das pensões de viúvas de militares na reforma da Previdência.

“São mudanças que seriam positivas para o país”, disse o general Hamilton Mourão, em rápida entrevista na saída do gabinete da Vice-Presidência, de onde despacha durante a interinidade com a viagem de Jair Bolsonaro a Davos, na Suíça, onde ele vai participar do Fórum Econômico Mundial, informa a “Reuters”.

Atualmente, o militar, seja na ativa ou na reserva, contribui com 11% da contribuição previdenciária. Quando ele morre, a pensionista não tem que arcar com essa contribuição. Mourão defende que se comece essa tributação.

O presidente em exercício também é a favor de um aumento do tempo de contribuição dos militares para 35 anos nas mudanças que deverão ser propostas pelo governo do presidente Bolsonaro, conforme noticiou a RENOVA.

Mourão disse que, no caso do aumento do tempo de contribuição dos militares, deverá ser adotada uma regra de transição para quem estiver na ativa. Atualmente, eles têm de contar 30 anos de serviço para se aposentar.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -