Mourão diz que Brasil pode pressionar Venezuela com ‘pequenas sanções’

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O vice-presidente Hamilton Mourão disse nesta quinta-feira (31) que o Brasil pode adotar “pequenas sanções” para aumentar a pressão contra a ditadura da Venezuela.

O general Hamilton Mourão, no entanto, reiterou que o Brasil não vai intervir na política interna do vizinho.

Segundo ele, a possibilidade de bloqueio de bens de autoridades venezuelanas no Brasil “é uma solução que pode ser aventada”.

“Podemos adotar essas pequenas sanções, mas não vamos cruzar uma linha que a gente sabe como começa, mas não sabe onde termina”, afirmou o vice-presidente, segundo o “Metrópoles”.

Mourão acredita que a solução para a crise venezuelana está próxima. De acordo com ele, a indicação do desfecho é a decisão de hoje da União Europeia, que reconheceu o deputado federal Juan Guaidó como presidente legítimo da Venezuela, conforme noticiou a RENOVA.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.