Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Mourão diz que conversas com Bolsonaro são ‘esporádicas’

Bolsonaro diz que 'casamento' com Mourão é até 2022
COMPARTILHE

"Não há conversas seguidas entre nós", diz Mourão sobre Bolsonaro.

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou, nesta terça-feira (26), que sente falta de ter mais diálogo com o presidente Jair Bolsonaro.

Em entrevista à CNN Brasil, Mourão comentou sobre a relação com Bolsonaro:

“Não há conversas seguidas entre nós. As conversas são bem esporádicas. Faz falta até para eu entender em determinados momentos o que eu preciso fazer.”

Mourão afirmou ainda que considera “difícil” ser convidado para ser candidato a vice novamente em 2022.

De acordo com o general, mesmo que seja convidado, a resposta não seria imediata.

“Teríamos de ter uma conversa”, disse ele.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
1 Comentário
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
Nelson Alves dos Santos
Nelson Alves dos Santos
28 dias atrás

Eu acho que sonhar é um direito de todo ser humano. Mas isto não dá o direito do Vice-Presidente ambicionar um cargo que no momento não está à sua altura. Os problemas do Brasil são muito sérios. No momento só poderemos contar com a coragem e honradez do Presidente Bolsonaro para afrontar as poderosas quadrilhas do STF, Congresso Nacional e imprensa comunista nacional. Em 2018 nós não votamos nem votaríamos no desconhecido, à época, Amilton Mourão. Mourão quer seguir na carreira política e ajudar o Brasil ? Que tenha paciência, AJUDE o o Presidente Bolsonaro a colocar o Brasil no bom caminho, e em 2022 faça o teste das urnas, saia candidato, por exemplo, a Governador de SP ou RJ. Se tem uma coisa que as pessoas, cultas ou analfabetas, ricas ou pobres, não suportam nem esquecem é de um TRAIDOR. Olha a situação do Moro.