Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Mourão está magoado com fake news de Haddad sobre tortura

Mourão está magoado com fake news de Haddad sobre tortura
COMPARTILHE

O general Hamilton Mourão (PRTB) afirmou que a primeira medida de um eventual governo Jair Bolsonaro (PSL) é ajustar a economia.

O general votou em uma escola na vila militar em Brasília, neste domingo (28), onde foi recebido por eleitores vestidos de verde e amarelo que tiraram selfies com o candidato.

Hamilton Mourão disse que, em um eventual governo, Jair Bolsonaro (PSL) teria cerca de 300 deputados a seu favor, independentemente de seus partidos.

Ele minimizou o fato de sua chapa, favorita na disputa, ser composta por dois militares.

O militar disse:

Não são militares, são dois cidadãos brasileiros que foram militares. As Forças Armadas continuarão cumprindo aquilo que a Constituição prevê e o momento é totalmente diferente.

Em seguida, citou exemplos de outros militares que chegaram ou tentaram chegar à Presidência, como o Marechal Deodoro da Fonseca e Eurico Gaspar Dutra.

O vice de Bolsonaro voltou a se queixar da acusação de que teria sido torturador durante o regime militar.

Mourão considera que foi “vítima de uma baixaria”. “Eu guardo essa mágoa, porque não atingiu a mim, mas minha família”, disse.

Adaptado da fonte Folha

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE