Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Mourão quer participação mais ativa dos militares na política do Brasil

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Com base na crescente força da campanha de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República, os militares planejam eleger uma bancada forte nas eleições de outubro no Brasil.

O general de Exército da reserva e presidente do Clube Militar, Hamilton Mourão, afirmou que espera contar com a eleição de 10 a 12 candidatos militares para compor um grupo forte no Congresso.

O general Mourão enfatizou:

Se a gente lograr êxito nas urnas e conseguir eleger 10% dos nossos candidatos, é óbvio que esses homens, com o conhecimento de país que eles têm, com a visão macro do país, poderão trabalhar para o engrandecimento e pela recuperação do nosso país.

Para o pleito deste ano, os candidatos vão contar com o apoio do Clube Militar, que vai disponibilizar uma plataforma de ensino a distância com palestras de um grupo de pensadores.

Mourão explicou:

O que nós estamos fazendo é reunir um grupo de pensadores que irão montar uma série de palestras gravadas, e, por meio de uma plataforma de ensino a distância, nós permitiremos que todos os nossos candidatos oriundos do meio militar e também aqueles que tenham uma comunhão de ideias com a gente acessem essas palestras. A partir daí, nós teremos um núcleo de pensamento único de todos esses candidatos, independente do partido ao qual pertençam. E óbvio que eles terão que adaptar essas ideias a cada um dos estados onde estejam concorrendo.

O general da reserva vê na crise “política, econômica e de valores” pela qual passa o Brasil como um dos propulsores da entrada de mais militares na vida política.

Ele afirmou:

Nós vemos que a sociedade vem buscando junto ao segmento Forças Armadas, pela confiabilidade que esse segmento tem passado para a sociedade, que ele tenha uma participação mais ativa na política do país.

 

Adaptado da fonte Sputnik Brasil

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias