- PUBLICIDADE -

Mourão rebate críticas da imprensa à comunicação de Bolsonaro

Mourão rebate críticas da imprensa à comunicação de Bolsonaro

- PUBLICIDADE -

Alvo de críticas intensas nas redes sociais, Mourão deixou de dar entrevistas diárias sobre os diversos assuntos da República.

Após um início de mandato recheado de declarações polêmicas, o vice-presidente Hamilton Mourão justificou seu recente silêncio ao afirmar que o presidente da República, Jair Bolsonaro, decidiu “tratar pessoalmente” da comunicação.

“Eu não estou calado. […] O presidente está falando porque tomou para si a comunicação, assumiu o protagonismo. É uma estratégia que ele traçou”, afirmou o vice-presidente.

Em entrevista ao jornal Estadão, publicada nesta quarta-feira (21), o general da reserva apontou o comportamento bipolar de alguns veículos da imprensa para com o chefe do Executivo:

“Reclamavam que ele não falava, que fugia da imprensa. Agora que ele está falando, o pessoal reclama também? Ele tem procurado a imprensa. Ele tem expressado a opinião dele sobre diferentes assuntos e está cuidando pessoalmente da comunicação. É uma estratégia que ele traçou.”

Questionado sobre as críticas ao modo de falar do presidente Bolsonaro, Mourão foi enfático:

“É a natureza do presidente Bolsonaro. O presidente é um cara simples e direto. Não adianta esperar que ele vá tecer comparações pensando em grandes mestres da filosofia. Não. Ele não vai fazer isso. Ele vai se expressar com a linguagem dele, usando sujeito, verbo e predicado. Podem não ser as melhores palavras, mas é o jeito dele.”

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -