Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Mourão rebate vídeo do PSDB comparando Bolsonaro a Chávez

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

Durante debate entre candidatos a vice-presidente realizado pela revista Veja e pelo Facebook nesta terça-feira (4), o general Hamilton Mourão foi incisivo em suas repostas.

Mourão comentou a nova peça de campanha de Geraldo Alckmin (PSDB), que compara Jair Bolsonaro (PSL) ao ditador venezuelano Hugo Chávez e afirma que “votar em alguém só porque é militar deu ruim na Venezuela. Vai dar ruim no Brasil”.

Para o general, Brasil e Venezuela não podem ser comparados porque os militares brasileiros sempre foram “equilibrados”.

Hamilton Mourão declarou:

O Hugo Chávez era um militar que foi cooptado por um projeto socialista, para não dizer comunista. Nós, militares brasileiros, sempre primamos pelo equilíbrio. Se analisar nossa história verá isso aí. É diferente. Você não pode comparar Brasil e Venezuela, que são coisas distintas. Acho que se o Alckmin está fazendo uma comparação desse jeito ele está sendo muito mal assessorado.

Perguntado pela Folha sobre a “ditadura militar” no Brasil e de que maneira ela seria classificada sob a ótica do “equilíbrio”, Mourão refutou o uso do termo:

Discordo de ditadura militar. Falo de período de presidentes militares. Chamar de ditadura é ser desonesto intelectualmente. Porque as mesmas pessoas que chamam o período de ditadura chamam o regime de Cuba de presidente. Houve sempre o equilíbrio entre os nossos. Protegemos nossas fronteiras, impedimos que o Brasil se dilacerasse durante o período imperial quando aconteceram todas aquelas revoltas, enfrentamos o nazi-fascismo e o comunismo e ao longo dos últimos 30 anos as Forças Armadas se mantiveram atentas exclusivamente à sua missão, sem interferência na vida política.

Mourão disse que “houve tortura”, mas de ambos os lados, e que em um período de “guerra” “os melhores valores se acabam quando os homens entram em conflito”.

Em seu perfil pessoal no Twitter, o candidato Jair Bolsonaro divulgou a declaração final do seu vice-presidente durante a sabatina de ontem.

Adaptado da fonte Folha
- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.