- PUBLICIDADE -

Mourão repudia rótulo de atos ‘antifascistas’ como ‘democráticos’

Brasil e Argentina ‘têm de se ajudar mutuamente’ diz Mourão
Imagem: REUTERS/Florence Lo

- PUBLICIDADE -

Mourão destacou que “ações criminosas” estão sendo “apoiadas por lideranças políticas e incensadas pela imprensa”.

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, teceu duras críticas, nesta quarta-feira (3), aos baderneiros que promoveram distúrbios violentos em São Paulo e em Curitiba nos últimos dias.

Em artigo¹ publicado no jornal Estadão, Mourão disse que apresentar as “últimas manifestações contrárias ao governo como democráticas constitui um abuso”, pois elas atacaram, literalmente, “pessoas e o patrimônio público e privado, todos protegidos pela democracia”.

O general da reserva acrescentou:

“Não é admissível que, a título de se contrapor a exageros retóricos impensadamente lançados contra as instituições do Congresso e do Supremo Tribunal Federal, assistamos a ações criminosas serem apoiadas por lideranças políticas e incensadas pela imprensa.”

Mourão continuou:

“A prosseguir a insensatez, poderá haver quem pense estar ocorrendo uma extrapolação das declarações do presidente da República ou de seus apoiadores para justificar ataques à institucionalidade do País.”

Referências: [1]

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -