Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Mourão sugere China como nova parceira da Embraer

Tarciso Morais

Tarciso Morais

9.000 pessoas devem começar a trabalhar na 'Nova Embraer'
COMPARTILHE

Boeing cancelou o acordo de compra do controle da principal divisão da fabricante brasileira de aviões.

Após a Boeing cancelar acordo comercial, a Embraer pode passar a considerar a China como uma parceira da sua unidade de aviação comercial. 

Em live da Arko Advice, nesta segunda-feira (27), o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse que “há males que vêm para bem”.

O general afirmou que a Embraer continuará sob controle do Brasil e que a companhia poderá entregar um produto que os chineses precisam, conforme o país asiático amplia atuação na aviação doméstica.

“Nós temos o produto e eles têm a necessidade. Nós temos a tecnologia…É um casamento inevitável”, afirmou Mourão, destaca o portal Terra.

O cancelamento do negócio pela Boeing é muito negativo para a Embraer, pois, agora, a empresa brasileira se vê sozinha em um mercado bastante disputado.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.