Mourão visita Roraima em meio a onda de violência na fronteira

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Os protestos de moradores de Roraima contra a chegada de venezuelanos já chega ao quarto dia em Pacaraima. 

A entrada de refugiados da Venezuela na cidade de Pacaraima, localizada no Estado de Roraima, que faz fronteira com o país comandado pela ditadura de Nicolás Maduro, tem causado uma explosão de protestos e de violência.

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, desembarca na capital Boa Vista, na tarde desta quarta-feira (12), para o cumprimento de uma agenda de dois dias em Roraima.

Durante os últimos protestos, moradores chegaram a fechar os acessos da cidade, na última segunda-feira (10), impedindo a entrada de venezuelanos na cidade.

Mourão deixou Brasília na manhã de hoje, em um voo da Força Aérea Brasileira (FAB), acompanhado de Maria Teresa Belandria Expósito, representante do presidente interino venezuelano, Juan Guaidó, no Brasil.

O general passará o dia em Boa Vista, onde visitará as instalações da Operação Acolhida na capital do estado. Ele também verificará a atuação do Exército Brasileiro no atendimento aos imigrantes, informa a revista Crusoé.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.