Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Movimento #MeToo ignora abusos de políticos esquerdistas

COMPARTILHE

Gavin Newsom teve um caso inadequado com uma funcionária. Antonio Villaraigosa traiu sua esposa com uma repórter designada para cobri-lo.

Apesar destas ações reprováveis, o movimento feminista #MeToo, que pede para as mulheres denunciarem casos de má conduta sexual, se mantém em silêncio sobre as duas proeminentes figuras políticas, que concorrem ao cargo de governador da Califórnia.

Muitos apontaram a total hipocrisia neste comportamento do movimento #MeToo.

Críticos dizem que os dois políticos democratas abusaram de seu poder e se aproveitaram de mulheres vulneráveis – não muito diferentes das alegações que estão derrubando homens poderosos por todo o país.

Amanda Renteria, uma democrata que também está concorrendo ao cargo de governadora, está pedindo à Gavin Newsom que se afaste.

Ela declarou:

Acho que as figuras públicas precisam ser mantidas em um padrão mais elevado. E não importa quem seja ou onde esteja, precisamos garantir que elejamos pessoas que não abusam de seu poder de qualquer maneira.

Amanda Renteria, pré-candidata democrata ao governo da Califórnia

Alguns defensores do movimento #MeToo, no entanto, estão dando passando a mão na cabeça do esquerdista Newsom.

A senadora Kamala Harris, da Califórnia, disse que o assédio sexual é inadequado “em todas as circunstâncias”, mas endossou o pré-candidato Newsom.

A comediante Chelsea Handler, um vocal defensora do movimento feminista, ajudou a levantar US $ 17 milhões do Vale do Silício e doadores de Hollywood para Gavin Newsom.

O esquerdista Gavin Newsom parece ser imune às críticas de movimentos feministas.

Os democratas estão criticando a pré-candidata Amanda Renteria por denunciar o comportamento de Newsom. Ela está sendo acusada de “degradar” o movimento para obter retorno político.

‘#MeToo é sobre a propriedade de nossas experiências, porque todos nós temos histórias que são exclusivamente nossas’, disse Shawnda Westly, ex-diretor executivo do Partido Democrático da Califórnia, ao BuzzFeed News. ‘Em vez disso, Amanda optou por degradar o movimento para seus propósitos políticos, manipulando a história de outra pessoa para seu ganho.’

 

Traduzida e adaptada de Fox News

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários