Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

MP arquiva representação do PSOL contra chefe da Secom

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Chefe da Secom sera investigado a pedido do MPF
Imagem: Divulgação/Secom
COMPARTILHE

“Brasil ganhou mais uma esperança no tratamento do coronavírus”, dizia publicação de Wajngarten.

O Ministério Público Federal (MPF) arquivou, nesta sexta-feira (24), uma representação protocolada pelo PSOL contra o secretário especial de Comunicação Social da Presidência da República, Fabio Wajngarten

Em publicação no último dia 21 de maio, que foi posteriormente apaggada, Wajngarten dizia: 

“O Brasil ganhou mais uma esperança no tratamento do coronavírus. O Ministério da Saúde adotou um novo protocolo para receita da cloroquina/hidroxicloroquina. O medicamento, que já é adotado em diversas partes do mundo, é considerado o mais promissor no combate à covid-19.”

Na denúncia, o PSOL defendeu que a postagem representava possível crime de falsidade ideológica e atos de improbidade administrativa. 

O procurador da República, Frederico de Carvalho Paiva, disse que a denúncia carece de “indícios ou demais circunstâncias que apontem para a má-fé de Fabio Wajngarten”.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.