- PUBLICIDADE -

MP diz que Bolsonaro pode ser candidato mesmo sendo réu

- PUBLICIDADE -

O vice-procurador-geral eleitoral, Humberto Jacques de Medeiros, enviou nesta sexta-feira (31) parecer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) favorável ao registro de candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência da República.

Um cidadão apresentou uma “notícia de inelegibilidade” contra Jair Bolsonaro, alegando que ele não poderia ser candidato por ser réu em duas ações penais abertas no Supremo Tribunal Federal (STF).

Humberto Jacques, porém, disse que a inelegibilidade vale apenas para quem já foi condenado, o que não é caso do presidenciável.

Dos 13 candidatos a presidente da República, o TSE já aceitou o registro de onze: Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT), Alvaro Dias (Podemos), Guilherme Boulos (PSOL), Henrique Meirelles (MDB), João Amoêdo (Novo), Cabo Daciolo (Patriota), José Maria Eymael (DC), João Goulart Filho (PPL), Geraldo Alckmin (PSDB) e Vera Lúcia (PSTU).

 

Adaptado da fonte Estadão

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -