- PUBLICIDADE -

MP identifica plano do PCC para expandir no interior de SP

- PUBLICIDADE -

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) denunciou 43 pessoas, inclusive membros do PCC, nesta terça-feira (7), por tráfico de drogas e associação criminosa no Vale do Ribeira, sul do estado.

Outros são traficantes identificados como “raízes”, que vendiam drogas na região mesmo sem pertencerem à maior facção do país.

As denúncias fazem parte da operação Perseus, da promotoria de Cananeia e do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Santos, que identificou, desde fevereiro de 2017, as estratégias de planos de expansão do PCC (Primeiro Comando da Capital) pelo país.

Uma das apurações apontou o Vale do Ribeira, no sul do estado de São Paulo, como região estratégica para o controle dos pontos de venda de drogas. Um dos receios da facção, segundo interceptações telefônicas, era a chegada da rival FDN (Família do Norte) no estado por meio da daquela região.

A ameaça de invasão da FDN em São Paulo não foi, porém, o principal motivo para a expansão do PCC na região, mas parte da estratégia da organização criminosa para aumentar sua rede de atuação no país, segundo os investigadores.

 

Com informações do UOL
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -