MP investiga criação de disciplina “Golpe de 2016” em universidade federal

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A Procuradoria da República no estado de Goiás abriu uma investigação para apurar as razões de a Universidade Federal de Goiás (UFG) oferecer a seus alunos uma disciplina denominada “O Golpe de 2016”.

A denúncia que motivou o procedimento do Ministério Público afirma que o mencionado curso não está relacionado com atividades acadêmicas, mas sim com propaganda “político-partidária” favorável ao PT.

O procurador responsável pelo procedimento, Raphael Perissé, disse a coluna EXPRESSO da revista Época que encaminhou pedidos de informações à reitoria da universidade sobre a criação do curso, que, em tese, analisaria os motivos do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Com informações de: [Época]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.