Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

MP planeja força-tarefa para investigar médium João de Deus por abuso sexual

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
MP planeja força-tarefa para investigar médium João de Deus por abuso sexual

Após divulgação dos primeiros relatos, outras 25 mulheres procuraram também relataram abusos por parte do médium.

O Ministério Público informou que deve fazer uma força-tarefa para ouvir todas as mulheres que denunciam terem sido vítimas de abuso sexual pelo médium João de Deus, em Abadiânia.

Segundo o MP, já existiam denúncias contra ele desde 2010. Após os relatos iniciais de abusos, 25 outras mulheres relataram nas últimas 48h terem sofrido o mesmo tipo de crime. A defesa dele nega as acusações. 

Os abusos teriam ocorrido desde a década de 80 até outubro do ano passado. Uma das mulheres conta a violência que sofreu.

“Ele pegava nos meus seios. Sempre de costas pra ele. Beijava no meu pescoço e encostava o pênis dele no meu bumbum”, contou. Ela disse ainda que o médium se aproveitava das pessoas que estavam fragilizadas e doentes.

O Ministério Público de Goiás informou que já existiam denúncias contra João de Deus desde 2010. Em 2012, ele chegou a ser julgado por abuso sexual, mas foi inocentado por falta de provas.

A promotora Gabriela Manssur, de São Paulo, conta que, depois que as denúncias foram exibidas no programa “Conversa com Bial”, na “Rede Globo”, já foi procurada por mais de 200 mulheres que também fazem relatos semelhantes.

Adaptado da fonte G1

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email