- PUBLICIDADE -

MP pode oferecer denúncia sem ouvir Fabrício Queiroz

MP pode oferecer denúncia sem ouvir Fabrício Queiroz

- PUBLICIDADE -

O procurador-geral de Justiça do Rio, Eduardo Gussem, disse que pode encerrar a investigação sobre as movimentações financeiras atípicas de Fabrício Queiroz sem que ele preste depoimento.

Com diferentes alegações, tanto o ex-assessor Fabrício Queiroz quanto o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) faltaram a convites para depor no procedimento do Ministério Público fluminense que investiga o caso.

Queiroz alegou estar em tratamento de câncer, e o parlamentar, que não conhecia os autos da investigação.

Para Eduardo Gussem, a ausência dos dois não atrapalha o andamento das investigações.

Segundo o “Estadão”, o procurador-geral do Rio explicou:

“O MP pode, através da prova documental, chegar à conclusão de que tem elementos suficientes, indícios suficientes para a propositura de ação penal, e aí ele (Queiroz) vai ter a oportunidade de se pronunciar em juízo.”

Ele acrescentou que o mesmo vale para Flavio, filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -