Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

MP-RJ conclui investigação da ‘rachadinha’ no gabinete de Flávio

“Não é verdade que a investigação tenha sido concluída nesta data”, diz a defesa do senador.

REDAÇÃO RENOVA Mídia

REDAÇÃO RENOVA Mídia

Flávio Bolsonaro sai em defesa da prisão em 2ª instância
Imagem: Waldemir Barreto/Agência Senado
COMPARTILHE

O Gaecc (Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção) concluiu, nesta segunda-feira (31), as investigações sobre o caso das “rachadinhas” no gabinete do ex-deputado estadual Flávio Bolsonaro

O grupo temático do Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) enviou os autos do processo ao procurador-geral da Justiça do Rio, Eduardo Gussem, e ao subprocurador-geral de Justiça de Assuntos Criminais e Direitos Humanos, Ricardo Ribeiro Martins, destaca o site Poder360.

Os crimes investigados pelo Gaecc são os de lavagem de dinheiro, peculato e organização criminosa no gabinete de Flávio na Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro). 

O esquema seria coordenado pelo então assessor Fabrício Queiroz, amigo da família Bolsonaro, que foi preso em junho e hoje cumpre prisão domiciliar.

Em nota, a defesa do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) rebateu:

“Os promotores da Gaecc manobraram para encontrar uma saída honrosa do Grupo da condução dos trabalhos. O grupo não poderia investigar o senador Flávio Bolsonaro, o que acarretou em uma representação no Conselho Nacional do Ministério Público devido a designação espúria para que o referido grupo permanecesse investigando o parlamentar.

O prazo terminaria nesta segunda-feira (31) para explicações do Procurador-Geral de Justiça. Não é verdade que a investigação tenha sido concluída nesta data. Ela já já havia se encerrado com a oitiva do senador Flávio Bolsonaro.

Existe ainda procedimento junto ao CNMP para apurar os constantes vazamentos do procedimento que tramita sob sigilo.”

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.