- PUBLICIDADE -

MPF abre inquérito para investigar vulnerabilidade de telefonia

MPF abre inquérito para investigar vulnerabilidade de telefonia

- PUBLICIDADE -

Ministério Público abre inquérito para apurar possíveis falhas de operadoras de telefonia em ataques hacker.

A Procuradoria da República no Distrito Federal abriu um inquérito civil para apurar a existência de falhas de segurança das operadoras de telefonia que permitiram os ataques cibernéticos investigados pela Operação Spoofing, deflagrada pela Polícia Federal (PF) na semana passada.

O objetivo desse novo inquérito do Ministério Público Federal (MPF) é identificar e corrigir as falhas para impedir novas invasões contra autoridades públicas.

Um dos focos é identificar se a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) ou as operadoras de telefonia tiveram alguma responsabilidade nessas falhas, informa o jornal O Globo.

Esse novo inquérito é diferente da investigação da PF. O objeto da investigação deste é mais amplo e pode identificar outras falhas além daquela utilizada pelo grupo criminoso preso pelos policiais.

“Apuração de falhas de segurança de operadoras de telefonia, para fins de contenção de vulnerabilidade que permitiria invasões de aparelhos celulares, especificamente quanto ao ‘modus operandi’ utilizado pela organização criminosa desbaratada na ‘Operação Spoofing’”, registra procurador Hélio Ferreira Heringer Júnior no despacho de abertura da investigação.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -