Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

MPF acusa 13 investigados por desvios de recursos na UFSC

MPF acusa 13 investigados por desvios de recursos na UFSC
COMPARTILHE

Esta é a primeira acusação formal decorrente da investigação sobre desvios na UFSC.

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou 13 investigados na operação Ouvidos Moucos, que apura suposto desvio de recursos públicos destinados aos cursos de ensino a distância da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), por crimes de peculato, concussão, lavagem e inserção de dados falsos.

A denúncia foi apresentada à Justiça no dia 21 de junho e divulgada na última sexta-feira (12), após a juíza Janaína Cassol Machado, da 1.ª Vara da Justiça Federal em Florianópolis, quebrar o sigilo judicial imposto à ação penal.

A Ouvidos Moucos foi deflagrada pela Polícia Federal em setembro de 2017 e prendeu o então reitor da UFSC, Luiz Carlos Cancellier. No mês seguinte, ele se suicidou em Florianópolis.

Os investigadores afirmaram que “foram identificadas duas organizações criminosas distintas, a partir do Relatório Final da Polícia Federal”, registra o jornal Estado de Minas.

A primeira, segundo o MP, se refere a “ilícitos criminais no pagamento de bolsas e custeio dos cursos a distância vinculados ao curso de Administração da UFSC, o que motivou a denúncia”.

A segunda seria ligada à locação de veículos, que, informa a Procuradoria, “deve ter denúncia ajuizada em breve”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários