MPF pede a interdição de seis museus federais do Rio de Janeiro

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Nenhum dos museus vinculados ao Ibram na capital do Rio de Janeiro possui alvará do Corpo de Bombeiros para funcionamento.

O Ministério Público Federal (MPF) no Rio de Janeiro (RJ) ajuizou ação civil pública requerendo, inclusive com pedido de liminar, a interdição imediata do Museu da República, do Museu Nacional de Belas Artes, do Museu Histórico Nacional, do Museu Villa-Lobos, do Museu da Chácara do Céu e do Museu do Açude.

A interdição deve permanecer até que medidas de prevenção contra incêndios e pânico sejam implementadas.

O objetivo da ação é promover a elaboração e a implementação de plano de segurança de incêndio e antipânico, contemplando todos os aspectos que garantam a segurança elétrica e hidráulica, a fim de salvaguardar a integridade física de visitantes e funcionários, bem como os patrimônios histórico e cultural integrantes das unidades museológicas.

Para mais informações, clique aqui e leia a íntegra da ação.

Adaptado da fonte MPF

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque