Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

MPF pede suspensão imediata do curso “O golpe de 2016” na UFG

COMPARTILHE

Curso não estaria revestido de caráter acadêmico ou de difusão do conhecimento, mas sim de propaganda político-partidária.

O Ministério Público Federal (MPF) em Goiás ajuizou, nessa quinta-feira (19), ação civil pública, com pedido de tutela provisória de urgência, para que a Universidade Federal de Goiás (UFG) suspenda, imediatamente, as atividades do curso de extensão “O golpe de 2016 e a universidade pública brasileira”.

A petição foi distribuída à 3ª Vara da Justiça Federal em Goiás.

Na ação, o MPF/GO também requer que a universidade inclua e represente as diversas correntes de pensamento, alterando, inclusive, o título, caso opte pela realização de eventuais cursos futuros sobre o impeachment ocorrido em 2016.

De acordo com informações do Jornal Opção:

O reitor Edward Madureira saiu em defesa do curso e alegou que a instituição possui autonomia para discutir o tema.

“Entendemos que a UFG discute este tipo de tema o tempo todo, pois o nosso papel é sempre o de garantir a pluralidade das ideias e a diversidade do pensamento. Isso faz parte da academia e da construção do conhecimento”, explicou o reitor.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE