Português   English   Español

MTST entra em choque com PMs em ato contra Bolsonaro

MTST entra em choque com PMs em ato contra Bolsonaro

Em ato liderado por Guilherme Boulos, na Avenida Paulista, um extremista foi preso após conflito com a PM.

A manifestação contra o presidente eleito Jair Bolsonaro, em São Paulo, terminou em conflito com a PM no centro da capital paulista, na noite desta terça-feira (30).

O ato foi organizado pelos grupos de extrema-esquerda “O Povo Sem Medo” e Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST). Centrais sindicais também participaram do ato contra o resultado democrático das urnas.

Convocado pelas redes sociais, o protesto se iniciou na Avenida Paulista com centenas de pessoas unidas no vão do MASP.

Quando os manifestantes começaram a se dispersar, já por volta das 22h30, um grupo atirou pedras e garrafas em direção à Polícia Militar, que respondeu com bombas de efeito moral e balas de borracha. Segundo a revista VEJA, um manifestante foi detido.

O líder extremista do MTST, Guilherme Boulos, subiu no trio elétrico e foi recebido com o grito de “Oh Bolsonaro, presta atenção, a sua casa vai virar ocupação” pelos militantes.

Confira o vídeo:

Deixe seu comentário

Veja também...