Muçulmanos do Al Shabaab matam cinco cristãos em Moçambique

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Homens armados identificados como membros do grupo terrorista “Al Shabaab”, mataram cinco pessoas na semana passada, em um ataque contra aldeias na província de Cabo Delgado, em Moçambique.

Os jihadistas também incendiaram 44 residências em Moçambique. Uma das vítimas era uma criança que estava dormindo em uma dessas casas. Os outros cristãos foram assassinados com golpes de facão e disparos de armas de fogo.

Desde o início da onda de ataques, no final de maio, foram registradas a morte de 29 pessoas (a grande maioria cristãos) e cerca de 400 casas destruídas.

Segundo testemunhas, os soldados também saquearam a aldeia de Maganja, roubando arroz, outros produtos alimentares e alguns animais, como cabritos.

“Os ‘Al-shabaab’ mataram cinco pessoas na aldeia”, explicou neste domingo (24) à imprensa o enfermeiro Adrissa, que mora em Macomia. “Ainda não se sabe o número total de feridos pelo incêndio das casas”, explica.

As autoridades ainda não se pronunciaram sobre os novos ataques, os quais mostram a falha do governo em proteger a população, em especial os cristãos que são o alvo preferencial dos jihadistas.

Com informações de Gospel Prime
Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações