Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Mujica pede novas eleições para evitar guerra na Venezuela

Mujica pede novas eleições para evitar guerra na Venezuela
COMPARTILHE

“Parte da esquerda não aprende as lições da história”, diz o ex-presidente uruguaio.

O ex-presidente do Uruguai, José “Pepe” Mujica, diz que a Venezuela se tornou parte da estratégia geopolítica dos Estados Unidos e que pode se tornar palco de uma guerra.

Em entrevista à BBC, Mujica defendeu novas eleições gerais e reconheceu que a crise naquele país prejudica a esquerda como um todo na América Latina. “Parte da esquerda não aprende as lições da história”, criticou.

O ex-presidente do Uruguai defende que, para evitar que a crise na Venezuela termine em uma guerra, é preciso haver eleições gerais no país, com um forte monitoramento internacional que garanta a participação de todas as correntes políticas.

“Você pode ir à guerra por convicção ou por não ter mais remédio além disso. Ninguém vai se render para simplesmente ser encarcerado”, disse Mujica sobre a pressão do governo Donald Trump contra a ditadura de Nicolás Maduro.

Na entrevista, Mujica também evitou arriscar palpite sobre as intenções do líder da oposição, Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente interino da Venezuela com o apoio de países como Estados Unidos, Canadá e Brasil.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários